VIRGULA: 'Avril nos cumprimentou e nos abraçou', diz fã. | |
Notícias

VIRGULA: ‘Avril nos cumprimentou e nos abraçou’, diz fã.

Toda a história envolvendo os inéditos Meet & Greet da Avril Lavigne no Brasil uma hora tinham que acabar. Com esse intuito, a nossa equipe ALavigne – Avril Lavigne Brasil, concedeu uma entrevista para o site Virgula, do portal UOL, com o apoio de diversos fãs, em que acabamos com diversas farsas que foram criadas pela mídia sensacionalista envolvendo a Avril Lavigne. A entrevista é apenas uma parte dos diversos projetos que estão em andamento, como o DVD FANMADE e WE ARE WITH YOU AVRIL e HELLO KITTY CONTEST, entre outros que logo virão! Contamos com o apoio de vocês, fãs. Confira a entrevista completa abaixo, ou clique AQUI e veja no Virgula.

Caso queira acompanhar pelo Facebook, clique AQUI!

‘Avril nos cumprimentou e nos abraçou’, diz fã. Fotos afastam tese de Photoshop

Fãs de Avril Lavigne ficaram indignados e afastaram a tese de que a equipe da cantora canadense teria manipulado imagens do meet and greet para ficar mais perto dos fãs. O Virgula conversou com Monique Claro, 18 anos, integrante do fã-site Alavigne e estudante de jornalismo, que enviou um link com as imagens originais, que podem ser vistas (aqui).

Também concederam depoimentos outros fãs que estiveram lá: Amanda Correa, 23 anos, assistente de recursos humanos; Priscilla Teixeira, 24 anos, estudante, e Lucas Leme, 24 anos, engenheiro civil.

A polêmica começou, após terem surgido fotos que mostravam que fãs que haviam pago até R$ 800 para o encontro com Avril haviam ficado muito longe da cantora, o que gerou até um Tumblr, veja (aqui) e virou notícia em sites dos Estados Unidos como Refinery29, Gawker e o BuzzFeed, que comparou com o meet and greet de Rihanna.

“Acredito que muitos ficaram ‘em choque’, com vergonha, ou sem saber o que fazer na hora. Alguns por não dominarem o idioma, preferiram não arriscar e pedir um abraço ou falar algo”, afirmou Monique.

Leia a conversa com os fãs:

Em qual meet and greet você foi? Como ela se comportou com os fãs?

Monique Claro – Como somos do fã-site oficial da cantora aqui no Brasil (Alavigne), fomos presenteados com o meet para o dia 29 em São Paulo, e entramos todos juntos, éramos seis pessoas.

Entramos e a Avril nos cumprimentou e nos abraçou, o fotógrafo da empresa contratada, ficou nos apressando e a Avril gentilmente virou se de costas para ele, para poder nos dar mais atenção e conversarmos um pouco, cerca de 5 minutos. Perguntou sobre o site, nos agradeceu pelo apoio, e nos presenteou com fotos autografadas na hora em nosso nome.

Nos despedimos com hifive (soquinho), e saimos da sala. Não temos do que reclamar, fomos muito bem recebidos, pela Avril Lavigne, seu irmão Matt e por toda sua equipe.

Amanda Correa – Rio de Janeiro. Ela foi muito simpática e sorridente, quem é fã sabe que ela é muito tímida e introvertida, mas o sorriso e o tempo em que conversamos foi mágico e lindo. Sim poderia ter sido melhor se eu ficasse um dia com ela (risos), mas aqueles segundos foram muito bons, e ela não demonstrou desconforto em momento nenhum e nem da parte dos seguranças, todos ficaram ali parados, mas não houve nenhum destrato. Não pedi um abraço pois fiquei nervosa, mas nos cumprimentamos e conversamos rapidamente, falei que a amo e ela me disse que me amava também, e isso foi a melhor parte.

Priscilla Teixeira – Fui ao meet de São Paulo, no dia 30/04. Ela se comportou bem, não destratou nenhum fã. Sorriu, conversou e agradeceu. O meet foi muito rápido. Tive chances de falar algumas poucas coisas com ela. Apesar de ter gostado, achei mecânico demais. Talvez pela quantidade de “pacotes vip” vendidos, cerca de 60 pessoas estavam lá. Foi muito rápido: “oi-beijo-outro-tchau”.

Lucas Leme – São Paulo, 30/04. Não me arrependo nem um pouco de ter comprado o meet, ao contrario, foi um dos melhores dias da minha vida. Tudo valeu a pena desde o momento que cheguei na Citibank Hall e peguei a fila do meet. As amizades que fiz vão ficar para sempre, tudo era festa naquele dia.

Na hora do meet, todos os fãs estavam muito ansiosos, e um pouco antes de entrar na sala que a Avril estava, uma funcionaria da Adventure in Wonderland pegou uma carta que fiz para entregar para a Avril, a própria funcionária iria entregar todos os presentes e cartas que os fãs levaram para ela. Quando fui entrar o segurança falou que não podia tocar nela, nem dar “hi five” ou conversar, era só a foto e sair.

Entrei na sala e lá estava a Avril, ela olhou para mim e deu um sorriso muito simpático e falou: “Hi”, comprimentei ela tambem com um “hi” e já me aproximei dela para posar para a foto, cheguei bem próximo dela e ela se curvou para o meu lado, passei um pouco o braço por de trás dela e me curvei para o lado dela tambem tocando nela. Depois da foto ela virou para mim e falou “thank you” e eu disse: “Read my letter please”, ela sorriu novamente e disse: “Yes”. Nisso, o segurança foi se aproximando para me mostrar onde que eu tinha que ir. Foi muito rapido, mas foi inesquecível, os seguranças eram bem chatos, mas a Avril foi muito simpática durante todo o meu meet.

Durante o show fiquei muito feliz quando na última musica eu acenei para a Avril e ela respondeu me dando um tchauzinho, piscou e deu um super sorriso. Estou muito feliz com toda a experiência que tive e foi um momento inesquecível, os brindes foram em legais também e os funcionários da Adventure foi absurdamente atenciosos com a gente.

Por que você acha que alguns fãs tiraram fotos muito longe dela?

Monique Claro – Olha, fomos todos orientados (pela equipe da empresa responsável pelo meet) que não poderíamos chegar lá e “agarrá-la”, mas poderíamos chegar com calma e pedir um abraço.

Na foto individual, acontece tudo muito rápido, muitos que foram ao meet são fãs há quase dez anos, nunca sabemos a reação que vamos ter ao ficar cara-cara com nosso ídolo, acredito que muitos ficaram “em choque”, com vergonha, ou sem saber o que fazer na hora. Alguns por não dominarem o idioma, preferiram não arriscar e pedir um abraço ou falar algo.

Amanda Correa – Muitos ficaram longe porque ficaram nervosos com a situação, havia sim a informação que não poderia agarrar, mas ela abraçou, e esses fãs ficaram com receio de chegar muito perto e a segurança cancelar a foto. Provavelmente é isso.

Priscilla Teixeira – Na fila, dentro do Citibank, o segurança avisou que não seria permitido abraçar, encostar ou beijar. Durante o meet, perguntei se poderia me aproximar para tirar a foto e ela disse que sim. Quando cheguei bem próxima a ela, o segurança do lado direito pegou no meu braço e pediu para voltar. Na hora, me afastei. Ainda me aproximei um pouco mais, mas o fotógrafo se apressou para bater as fotos logo.

Lucas Leme – Na hora que você vê a Avril, a emoção é muito grande, quando sai do meet fiquei realmente preocupado porque eu não lembrava a cara que eu tinhe feito para a foto. Acho que os fãs que ficaram longe perderam a noção na hora da foto e acabaram ficando mais longe dela.

Vê alguma possibilidade de imagens terem sido manipuladas pelo Photoshop?

Monique Claro – Absolutamente não, todos os fãs que foram ao meet, tem acesso ao álbum completo, como eu disse, alguns fãs se aproximaram mais que outros.

Amanda Correa –
 As que saíram no site? de forma alguma, nenhuma foi manipulada.

Priscilla Teixeira – Não, qual seria a necessidade de manipulá-las? A manipulação está sendo feita para distanciar e não aproximar. Eu que o diga (risos). 

Lucas Leme – Nunca, acho que de forma alguma as imagens foram manipuladas. As fotos do meet de SP foram liberadas muito rápido tambem, em menos de 12 horas depois do meet ja estava disponível no site.

Após essa passagem e as polêmicas, crê que a Avril tenha saído fortalecida?

Monique Claro – Os fãs que foram ao meet estão satisfeitos por terem realizado seu sonho e conhecido ela. As críticas vieram da mídia, e de haters, e a Avril sempre deixou bem claro sua indiferença sobre a opinião destes. Então acredito que tudo isso tenha sido indiferente.

Amanda Correa – Talvez, pode ser que ela ganhe algum premio ou seja indicada para alguma premiação por isso (risos).

Priscilla Teixeira – Acredito que tenha tido um impacto negativo. Quem é fã não vai deixar de gostar, mas quem já não gostava dela tem mais motivos ainda para não gostar. Muitas informações negativas e erradas estão sendo divulgadas por grandes portais, o que querendo ou não, acaba formando uma opinião ruim sobre a Avril.

Lucas Leme – Repercutiu muito a história do meet. Muitas pessoas vieram me perguntar se era verdade que não podia tocar nela. Não sei se isso foi bom ou ruim para ela, só sei que ela estava na “boca do povo”. Saí em São Paulo uma tarde com a camiseta que ganhei no meet e cinco pessoas vieram falar comigo, me perguntaram se eu tinha ido para o show, ou so elogiaram a camiseta, e ate me perguntaram como tinha sido o meet.

 Equipe ALBR