TRADUÇÃO | Entrevista CNN Special Olympics

No último dia 17, Avril Lavigne participou de um bate papo com o pessoal da CNN, para falar sobre as Olimpíadas Especiais em Abu Dhabi. A cantora também falou sobre a doença, a entrevistadora fala do estigma que os atletas carregam devido à deficiência, Avril concorda e diz que esse tabu tem que ser quebrado, e que as situações que você passa na vida não são o que te definem. Mulheres devem apoiar mulheres, todos devem apoiar todos.

Confira a entrevista traduzida:

CNN: Bom, todos sabem que você tem sofrido da doença de Lyme, que é em diversas formas maligna e arruinou você, mas sua mensagem parece ser “não deixe um diagnostico te definir”, certo?
AVRIL: Sim, eu acho que é isso, nós não deveríamos deixar um diagnóstico nos definir como se fosse algo que você sabe que eu passei e você sabe que agora sobre minha vida, e eu andei em frente e eu (barulho de bola assusta a Avril)

CNN: Lembrando a todos que há um aquecimento acontecendo aqui atrás dos Sírios na espera do jogo, não se preocupem, está tudo certo, pode continuar.
AVRIL: Sim, isso é importante para mim, eu segui em frente, isso é algo que eu superei e eu me rodiei de pessoas que me ajudaram e me coloquei com pessoas que me ajudaram, e eu acho que é ótimo com as Olimpíadas Especiais dando tanto suporte a seus atletas em tudo que eles fazem.

CNN: Hm, e você disse que esteve envolvida agora por muito tempo nisso. Esses são os primeiros jogos no oriente médio e olha, Deus sabe como isso é importante, e vamos ser claros, você sabe que há um estigma que nós precisamos quebrar, o estigma para pessoas com dificuldades intelectuais, não menos nessa região. Esses são os primeiros jogos aqui em 50 anos desde o começo dos jogos. O que você espera que seja atingido algum dia aqui e como um legado?
AVRIL: Eu espero que o estigma esteja quebrado e que não importa, todos passam por coisas diferentes na vida e isso não deveria, nós estamos discutindo “quem você é”, nós somos todos iguais e deveríamos nos ajudar, assim, homens e mulheres se ajudando, mulheres se ajudando, e todos nos ajudando.

CNN: Isso é ótimo, eu estava pensando quando eu estava na cerimônia de abertura, homens e mulheres, garotos e garotas, quero dizer, isso não é apenas sobre adultos, claro, isso é sobre jovens de 16 anos e mais novos, e foi ótimo ver o balanço de gênero, esse foi provavelmente o ambiente com maior balanço de gênero em muito tempo.

CNN: A Ajuda quando pessoas como Avril anunciam os jogos, certo, você sabe, você seria a última pessoa a querer celebridades a estar na frente disso tudo. Mas você está colocando seu nome por trás disso é tão poderoso.
AVRIL: É ótimo porque eu posso usar minhas redes sociais, minha fã base e minha voz para trazer conhecimento as Olimpíadas Especiais, e a ótima organização que ela é, e posso escrever músicas para as Olimpíadas especiais, fazer videos musicais(videoclips), e essa é a segunda vez que eu canto aqui na cerimônia de abertura, então sim, eu posso usar minhas redes sociais que é otimo e eu estou tão feliz e honrada por ser parte disso.
CNN: Obrigada por vir aqui.

Assista a entrevista:

Obrigado pela tradução Laura Mansur!

LEIA TAMBÉM:

Tags: , , , , , ,