Nova entrevista para a Billboard, Avril Lavigne fala sobre sua turnê e Billie Eilish | ALavigne.com.br
Notícias

Nova entrevista para a Billboard, Avril Lavigne fala sobre sua turnê e Billie Eilish

A Billboard divulgou hoje uma nova entrevista com nossa querida Avril Lavigne. A cantora que está em turnê, conversou com a jornalista Lyndsey Havens e abordaram assuntos como a turnê e Billie Eilish, (recentemente as cantoras se encontraram em Los Angeles durante os ensaios da Head Above Water Tour).

Confira a entrevista traduzida pela Equipe ALBR!

Avril Lavigne está de volta à estrada e inspira artistas como Billie Eilish

Avril Lavigne esperou cinco anos para voltar à estrada – e quando o fez, o processo de preparação foi uma disputa. Ela precisava de novas guitarras, além de uma atualização nos hits como “My Happy Ending” e “When You’re Gone”.

“É engraçado”, diz Lavigne, 34 anos, à Billboard . “Estou reaprendendo, mas é memória total. Eu sou do tipo “Espere, é assim, certo?” Então, mesmo sem tentar, eu digo “Está aqui”. (Mesmo assim, ela sempre tem uma “colinha” no palco, “por precaução”.)

Avril vendeu 12,5 milhões de álbuns nos Estados Unidos, segundo a Nielsen Music – encerrou a turnê “The Avril Lavigne Tour” no Japão há cinco anos e largou os holofotes enquanto lutava contra a doença de Lyme. Por um longo tempo, Lavigne (que estava acamada) não tinha certeza se lançaria outro álbum ou se iria fisicamente capaz de fazer uma turnê novamente. Agora após a sua recuperação, Avril Lavigne conta sobre sua jornada de 15 dias desde que começou em meados de Setembro e vai até 11 de Outubro, divulgando seu tão aguardado álbum, Head Above Water (que alcançou a 13ª posição na Billboard 200 em Fevereiro).

“Eu estava imaginando o que iria fazer e não tinha certeza se poderia voltar trabalhar ou não – e as músicas simplesmente fluíram”, lembra Lavigne. “Depois de tudo o que passei, me apaixonei novamente pela música.”

A turnê parte do material, intenso e emocionante Head Above Water, seus visuais são inspirados na faixa-título do álbum e no single “I Fell in Love With The Devil”, focado nos temas de água e fogo.

“Devil” faz parte do show e é um “momento especial” – onde ela aparece com um vestido vermelho e muito fogo. Mas ainda assim, Avril diz que a turnê é nostálgica, tanto para o público quanto para ela: há mudanças no figurino que estão inspirados em seus videoclipes e imagens que aparecem no telão, como a estrela de “Sk8er Boi” do álbum de estréia Let Go ou o crânio com ossos cruzados de “Girlfriend” do The Best Damn Thing .

“Os singles dos últimos 17 anos são memoráveis”, diz ela. “Sk8er Boi” é um momento, “Girlfriend” é outro momento – eu tenho que cantar e aproveitar isso com meus fãs.”

Lavigne conta sobre Billie Eilish. Ela recentemente se encontrou com Eilish e seu irmão, Finneas, no Greek Theatre em Los Angeles durante os ensaios para o show em sua cidade natal, e Avril lembra-se de ir ao local apenas para ver seu próprio rosto estampado em pôsteres e telas.

“É uma honra – especialmente alguém tão talentosa, legal e criativa quanto Billie”, diz Lavigne. “Minha abordagem sempre foi: vou ser eu mesma, escrever as músicas que eu quero escrever, vestir como eu quero vestir quando entrei na indústria, todo mundo estava mostrando barrigas e tinha um monte de dançarinos ao redor e eram músicas chicletes, e eu era tão diferente. Eu usava Converse como um cara e tocava violão alto em minhas músicas”. Lavigne vê muitas semelhanças em Eilish.

“Isso era algo em que sempre mantive firme e sempre lutei para ser fiel a mim mesma. Ela é uma artista ‘muito ela mesma’ e também é extremamente talentosa – e é por isso que ela está trabalhando para ela”.

Essa combinação de autenticidade e talento continua bem-sucedida para Avril, sua jornada de shows ela optou por apresentar-se em teatros de 3.000 a 5.000 pessoas – dizendo ser mais íntimo e pessoal, dando mais sentido para um projeto mais sério. “É vulnerável, cru e exposto, enquanto no passado eram guitarras altas e pesadas”, diz ela. “Você ainda verá isso de mim, mas com tudo o que passei, é como ‘tudo bem, estou aqui, estou viva.’ Estou voltando. Sou tão grata a Deus que ainda sou capaz de trabalhar e ter uma vida”.

Avril Lavigne se apresenta hoje em Minneapolis e todos os ingressos estão esgotados.

Fonte

Sobre o autor

Graduado em Análise e desenvolvimento de sistemas, trabalha como suporte técnico em TI na área da saúde. Amante de música eletrônica, é frequentador de baladas, barzinhos e casa de amigos, também é apaixonado pela música e estilo de Avril Lavigne desde 2002.