Let Go

SOBRE

  Avril Lavigne estréia no mundo profissional da música. Surge uma pequena garota de 17 anos com uma atitude implícita em seus atos tímidos e suas sessões de fotos de ousadia diferente das popstars da época. Avril inovava trajando uma gravata com calças camufladas, shorts com fivela, all-stars, coturnos, t-shirts descoladas e calças jeans surradas. Esta era a pequena garotinha de Napanee, pequena cidade de Ontario, no Canadá.

 O disco de estréia de Lavigne, de nome Let Go, trazia treze canções que retratavam algumas experiências que a jovem havia tido até aquele momento de sua vida. Seu primeiro single foi Complicated, que se tratava de uma música que mais tarde viria a se tornar ‘o hino dos adolescentes rebeldes’, segundo várias fontes críticas ao redor do mundo. Avril dominou rádios, redes de televisão e charts ao redor do mundo. Eram poucos os que não se deixavam atingir por Complicated, mesmo que isso fosse algo involuntário, como você estar em frente a uma televisão e ter que assistir ao clipe até que comece a passar algo do seu interesse.

 Surpreendentemente, num mundo onde a internet estava começando a dominar o espaço da música, causando danos irreparáveis nas vendas, Avril se destacou. Sk8er Boi, I’m With You, Losing Grip, respectivamente os singles seguintes, fazendo tanto sucesso quanto o primeiro hit, Complicated. E Avril não parou por aí.

 Pessoas ao redor do mundo notaram a presença unânime dessa ‘princesinha rebelde’, como fora chamada por anos, e foram afundo, compraram o álbum e realmente fizeram faixas como Anything But Ordinary, Mobile, Unwated e Tomorrow, virarem hits em rádios do mundo inteiro. Mais um destaque para Avril:de treze faixas, praticamente todas fizeram sucesso.

 Faixas como My World, Nobody’s Fool, Too Much To Ask, Things I’ll Never Say e Naked são apreciadas e de muita significância para a maioria dos fãs mais antigos. As faixas do disco (as quatro primeiras eram singles do cd – não em ordem de lançamento), falavam de insegurança, desentendimento, saudades, sentimentos e preocupações que rondam as cabeças de jovens com a idade que Lavigne tinha. E foi isso que fez com que Lavigne arrumasse uma legião de fãs num curto espaço de tempo: a lealdade, transparência e igualdade que ela passava com sua música, eram recebidas com um entendimento grande.

 Let Go foi lançado mundialmente no dia 4 de Junho de 2002, produzido pela Arista Records, já vendeu mais de 18 milhões de cópias ao redor do mundo e foi o álbum mais vendido na Inglaterra. Avril golpeou o RIAA Platinum seis vezes, o CRIA Diamond uma vez, levou para casa quatro Juno Awards (incluindo o “Álbum do Ano” e “Artista Revelação do Ano”), ganhou o prêmio de artista revelação no MTV Awards e na MTV Awards Latino, em 2002, e também o World Music Awards, como melhor cantora canadense. Também ganhou prêmios na MTV Asia Awards, Ivor Novello Awards, Radio Music Awards, TMF Awards, Nickelodeon Kid’s Choice Awards etc. Recebeu oito indicações ao Grammy Awards e uma ao American Music Awards.



Avril_Lavigne_Let_Go
Let Go
Lançamento: 04/06/2002
℗ 2002 Arista Records, Inc.
Comprar (Versão Física): SARAIVA | CULTURA
Comprar (Versão Digital): ITUNES

1. Losing Grip
2. Complicated
3. Sk8er Boi
4. I’m With You
5. Mobile
6. Unwanted
7. Tomorrow
8. Anything But Ordinary
9. Things I’ll Never Say
10. My World
11. Nobody’s Fool
12. Too Much To Ask
13. Naked




OUTRAS VERSÕES

Let_Go_Bonus
Let Go (Edição Japonesa)
FAIXAS
14. Why
15. Complicated (Vídeo)
16. Sk8er Boi (Vídeo)
17. I’m With You (Vídeo)
18. Day in the Life (NYC Epk)


SketchBook

O Sketch Book foi lançado após o álbum Let Go e se trata de um álbum especial, uma espécie de ‘esboço’, de ‘registro’ do álbum. Temos várias coisas escritas de próprio punho por Avril, uma letra do álbum e vários desenhos, sendo assim um complemento à arte do mesmo. Há uma biografia sobre Lavigne também, onde há algumas passagens onde fala sobre a experiência única que foi escrever algumas letras, sobre como estava ansiosa para entrar em turnê e pra fazer o que mais gostava na vida: cantar.
PICT0040


Let Go (Edição SketchBook)
FAIXAS
14. Complicated (Mix Matrix)

Let Go (CD com conteúdo bônus)
FAIXAS
1. Biography
2. Complicated (Vídeo)
3. EPK
4. I Don’t Give (faixa bônus)
5. On-Screen Lyrics

Let Go (boxsets Let Go, My World e Edição Australiana)
FAIXAS
1. My World – DVD
2. My World – CD

Let Go (CD exclusivo)
FAIXAS
1. Fuel (Live at MTV Icon)
2. Basket Case (Live in Dublin)
3. Unwanted (Live in Dublin)
4. Sk8er Boi (Live in Dublin)
5. Knockin’ on Heaven’s Door (Live In Buffalo)
6. Why

Let Go (DVD – Edição Japonesa – Limitada)
FAIXAS
1. Complicated (edição editada)
2. Sk8er Boi (edição editada)
3. I’m with You (edição editada)
4. Losing Grip (edição editada)

Let Go (DVD Bônus)
FAIXAS
1. Sk8er Boi
2. Nobody’s Fool
3. Mobile
4. Anything But Ordinary
5. Losing Grip
6. Naked
7. Too Much to Ask
8. I Don’t Give
9. Basket Case (Green Day Cover)
10. My World
11. I’m with You
12. Complicated
13. Unwanted
14. Tommorow
15. Knockin’ on Heaven’s Door (Bob Dylan Cover)
16. Things I’ll Never Say
17. Avril’s Cut (bastidores)
18. Outtakes
19. Photo Gallery
20. Complicated (vídeo)
21. I’m with You” (vídeo)
22. Knockin’ on Heaven’s Door (vídeo)
23. Losing Grip (vídeo)
24. Sk8er Boi (vídeo)


SINGLES



Avril_Lavigne_Complicated_Single_0
Complicated
B-sides: I Don’t Give e Why
Formato: CD e Digital
Gravação: 2002
Lançamento: Maio/2002
Gravadora: Arista
Composição: Avril Lavigne / Lauren Christy /Scott Spock / Graham Edwards
Produção: The Matrix e The Malloys
Versões: Europa / Austrália



Phunksk8er
Sk8er Boi
B-sides: Get Over It
Formato: CD e Digital
Gravação: 2002
Lançamento: Agosto/2002
Gravadora: Arista/BMG
Composição: Avril Lavigne e The Matrix
Produção: The Matrix e Francis Lawrence
Versões: Europa / Austrália



Avril_lavigne_i'm_with_you_single
I’m With You
B-sides: Unwanted (live)
Formato: CD e Digital
Gravação: 2002
Lançamento: Novembro/2002
Gravadora: Arista/BMG
Composição: Avril Lavigne e The Matrix
Produção: The Matrix e David LaChapelle
Versões: Europa / Austrália



Losing_Grip_single
Losing Grip
B-sides: Naked
Formato: CD e Digital
Gravação: 2002
Lançamento: Abril/2003
Gravadora: Arista
Composição: Avril Lavigne e Clif Magness
Produção: Avril Lavigne e Clif Magness
Versões: Europa / Austrália



Mobile_AlbumCover
Mobile (Single Promocional)
B-sides: All You Will Never Know e Let Go
Formato: CD e Digital
Gravação: 2002
Lançamento: Maio/2003
Gravadora: RCA,Sony BMG (Brasil)
Composição: Avril Lavigne e Clif Magness
Produção: Avril Lavigne e Clif Magness


DESEMPENHO

PARADA DE VENDAS (2002)
Reino Unido – UK Albums Chart – #1
Austrália – ARIA ChartS – #1
Canadá – Canadian Albums Chart – #1
Irlanda – Irish Albums Chart – #1
Alemanha – Media Control Charts – #1
Japão – Oricon – #1
Nova Zelândia – RIANZ – #1
Europa – European Top 100 Albums – #1
Áustria – Ö3 Austria Top 40 – #2
Estados Unidos – Billboard – #2
Suíça – Swiss Music Charts – #2
Grécia – IFPI Grécia – #2
Noruega – IFPI Noruega – #3
Brasil – Hot 100 – #4
Países Baixos – MegaCharts – #4
Polônia – Polish Music Charts – #4
Dinamarca – Hitlisten – #6
Suécia – Sverigetopplistan – #6
Itália – FIMI – #6
Bélgica – Ultratop – #7
Finlândia – Mitä hittiä – #9
Bélgica – Ultratop 50 – #9
Portugal – Top 30 Álbuns – #10
França – SNEP – #13
Espanha – PROMUSICAE – #92
Mundo – IFPI – #2
CERTIFICADOS
Estados Unidos – RIAA/Nielsen SoundScan – 6x Platina
Europa – IFPI Platinum Europe Awards 2003 – 2x Platina
Reino Unido – BPI – 5x Platina
Japão – RIAJ – Diamante
Canadá – Music Canada – Diamante
Austrália – ARIA – 7x Platina
Alemanha – BVMI – 3x Ouro
França – SNEP – Platina
Brasil – ABPD – 2x Platina
Espanha – PROMUSICAE – Platina
Suíça – Swiss Charts – 2x Platina
Países Baixos – NVPI – Platina
Nova Zelândia – RIANZ – 4x Platina
Argentina – CAPIF – Platina
Suécia – IFPI Suécia – Platina
Finlândia – IFPI Finlândia – Platina
Noruega – IFPI Norway – Platina
Dinamarca – Hitlisten – Platina
Áustria – IFPI Austria – Platina
Portugal – AFP – Platina
Bélgica – Ultratop – Ouro
Grécia – IFPI Grécia – Ouro
Polônia – ZPAV – Ouro
Hungria – MAHASZ – Ouro




AGRADECIMENTOS

 Aqui estão meus agradecimentos…
    Obrigado a Deus. Mamãe e papai, se não fosse por vocês sempre estarem arduamente me incentivando, este cd nunca teria sido feito e eu não teria uma carreira. Eu nem gostaria de saber o que eu estaria fazendo agora. Hehe! Obrigado à vocês por serem tão bons pais. Eu amo vocês! Matt + Michelle (irmão mais velho + irmã mais nova) por me deixarem pra cima. (Eu sei que minha voz se torna muito irritante quando se escutada 24 horas por dia, 7 dias por semana. Desculpe.) Eu amo muito vocês. Não se esqueçam!! Obrigado a Antonio “L.A” Reid por me dar esta ENORME oportunidade de vida de alcançar meu sonho, e me deixar ser eu mesma. Amo você. Vocês são fodas! Arista Records, Hi-Fi Records, BMG, Nettwerk Management. Terry McBride… Você é meu herói, é uma honra trabalhar com você. (Eu sei de seu segredo… todo peixe que você come!) Hahaha. Shauna Gold… Eu amo essa mulher! Obrigado pelo seu árduo trabalho e dedicação. Mark Jowet por ver algo em minha voz. Peter Zizzo por acreditar, Ken Krongard, John Hecker (Hi-Fi Records), Richard Wright. Obrigado a Romanline Management para minha carreira e primeiro álbum. Clif Magness.. cara, você apenas me deixa fazer minhas coisas, e isso é tudo que isso se trata. Eu te amo. The Matrix (Lauren Christy, Graham Edwards, Scotl Spock). Você é minha garota Lauren. Curt Frasca, Sabelle Breer.Todo mundo que tenha acreditado em mim.. Steve Medd, Cliff Trott, David Archibold, Duncan Holt (obrigado pelo seu favor), e todo o resto. Muito obrigado por todas as pessoas boas envolvidas. Um especial agradecimento aos meus dois ex-namorados quem me inspiraram a escrever a maioria dessas músicas. E à minha banda.. Matt, Mark e Evan… Nós teremos muita diversão. Duas palavras: Ônibus da turnê. Meu Josh Sarubin A&R! (Eu sou sua diva, e eu sempre serei sua garotinha.) Obrigado a todo mundo da Arista, eu admirei todo o árduo trabalho. Adam Lowenberg, Matt Stringer (Matly), Rob Mainwaring, Mark Shimmet, Larry Mestel, Steve Bartels, Jeff Schule, Hillary Siskind, Laura Swanson, Sam Lecca, Karen Yee, Karen Kwak, Eve Cantelmi. Matt Greenberg. Obrigado por todo o apoio, às minhas amigas. Eu amo e sinto a falta de vocês. Obrigado Tom Lord’Alge, Randy Staub, David Leonard. Obrigado a todos de qualquer forma possibilitou isso. Tudo que eu posso realmente dizer é “Rock on, Rock on”.

   Paz, Avril.