ALBR / Artigos / destaques

DE VOLTA AO PASSADO: “SK8ER BOI”

Sk8er Boi é o segundo single de Let Go, lançado em 22 de agosto de 2002. A faixa explosiva foi um alívio para Avril Lavigne e para seus produtores, pois provou que ela não era uma one hit wonder (aquelas cantoras que gravam um single de sucesso e somem), mas uma artista com uma carreira consistente e promissora no futuro. Se você se lembra,  mais pessoas conheciam Sk8er Boi em 2002 do que Complicated. E é por isso que a celebramos no nosso “De volta ao passado”, listando os motivos pelos quais ela é especial:

1 – Sk8er Boi é uma das 10 faixas que Avril escreveu com The Matrix para seu primeiro álbum. Seis delas estão em Let Go.

matrix4

 

(Aqui estão eles novamente)

2 – É considerada pop punk e power pop. Uma categoria fortalecida por bandas como Blink 182 e Green Day.

3 – A escolha de Sk8er Boi como o segundo single de Avril Lavigne foi controversa. L.A. Reid, o chefão de Arista Records na época, disse que “Algumas pessoas não entenderam… E que, como ela era muito jovial e muito animada, ela poderia alienar alguns fãs de música mais sérios.”

4 – Ela foi 10ª posição no Billboard Hot 100, que é a parada mais importante de música do mundo. Basicamente, se você está no Top 10 da Billboard, o mundo pop é seu.

5 – O site Blitz elegeu Sk8er Boi a 33ª melhor música da década.

6 – Os fãs de Avril votaram na rádio AOL e Sk8er Boi foi considerada a 4ª melhor música de Avril Lavigne.

7 – Avril foi nomeada ao Grammy por Melhor Performance de Rock Feminina em 2003.

8 – Assim como Complicated, Sk8er Boi recebeu disco de platina no Brasil. (Mais de 80 mil cópias vendidas aqui).

9 – O vídeo foi dirigido por Francis Lawrence, que no futuro viria a dirigir (segurem-se!) Jogos Vorazes 2, 3 e 4.

10 – O portal BT Vision elegeu o vídeo o 3º melhor de 2000 a 2009.

11 – E ele também foi eleito o melhor vídeo da década por vários sites.

12 – É uma das poucas faixas presentes em todos os shows de todas as turnês de Avril Lavigne.

13 – O single original vem com o b-side Get Over It. Get Over It tem duas versões disponíveis na net. A oficial com a letra “Don’t turn around. I’m sick and I’m tired of your face.” (Não volte, porque eu estou cansada de você), e a versão demo que traz a letra mais agressiva que diz “Don’t turn around or you will get punched in the face.” (Não volte, ou vai levar um soco na cara.).

14 – O single da Austrália, por sua vez, traz Nobody’s Fool como b-side.

15 – Alguns críticos consideram a frase “He was a boy, she was a girl” a pior frase do mundo da música. De fato, ela foi eleita em quarto lugar em um ranking oficial sobre o assunto.

16 – Sk8er Boi quase virou filme. O conceito da letra foi adotado pela Paramount Pictures, em 2003, que se interessou pela história de dois jovens com realidades tão diferentes (um skatista e uma bailarina) que se apaixonam. Contudo, acredita-se que o filme caiu em development hell, o que significa que provavelmente nunca será feito ou a ideia foi abandonada.

17 – Durante as gravações do vídeo de Sk8er Boi, Avril Lavigne aceitou uma aposta, colocou uma barata na boca e ganhou 100 dólares.

18 – No making of do vídeo, podemos ver que Avril ficou bem interessada no ator que fez o papel de Sk8er Boi.

Avril_Lavigne_Sk8er_Boi

Uma viagem ao tempo: Resenhando Sk8er Boi.

Existe uma discrepância enorme entre Sk8er Boi e Complicated. Embora os vídeos passem uma ideia parecida, afinal, Complicated consiste em Avril Lavigne e sua banda quebrando um shopping e cantando em uma pista de skate, a letra do primeiro single e sua melodia são tranquilas e trazem elementos de uma balada pop. É interessante notar que se Let Go fosse lançado hoje, provavelmente Sk8er Boi teria sido o primeiro single e Complicated, o segundo. O motivo disso? As músicas atuais tem um tempo mais acelerado do que em 2002, o que significa que Sk8er Boi passaria uma vibe animada muito comum das rádios de hoje em dia, e Complicated seria apresentada em seguida para mostrar um lado mais vulnerável de Avril Lavigne. Claro que Complicated não traz uma letra vulnerável, mas sua melodia, sim.

Tendo em mente o sucesso de Sk8er Boi em 2002, precisamos levar em conta alguns pontos positivos, negativos e intrigantes da canção e de seu vídeo. Começando primeiramente pelo título, a grafia de Sk8er Boi é uma forma de metalinguagem. Ao invés de ser escrita de maneira padrão, Skater boy, Avril Lavigne usa a própria linguagem dos skatistas para se comunicar com eles. A abreviação de “sk8er” e a grafia de “boi” já deixam estampada a energia desprendida e jovial da faixa.

Onde Sk8er Boi acerta?

Na história

A história de Sk8er Boi é deliciosa. Ela fala de uma menina perfeita, aos moldes de Paris Hilton, que faz balé e que é extremamente influenciada pelos amigos… E do outro lado, de um skatista, que gostava dela de verdade. A garota escolhe não ficar com ele por causa de seu estilo e, anos depois, ela paga o preço. Ela é mãe solteira e tem uma vida típica americana, em casa, tomando conta de seu bebê e vendo TV. E lá está Sk8er Boi na MTV. Ele se tornou um roqueiro famoso e que namora a própria Avril Lavigne. É exatamente o tipo de história que todos nós desejamos contar no futuro. Gostávamos de alguém que não gostava da gente e de repente, o jogo virou… Somos famosos e a pessoa que nos rejeitou vê o que perdeu. Embora não seja novidade, existe uma leveza e uma ironia na história de Sk8er Boi que faz dela única.

Na atitude

A atitude de Avril Lavigne tanto na canção quanto no vídeo são cativantes. Em 2003, era impossível não ouvir Sk8er Boi e pular onde quer que você estivesse. Na verdade, a atitude de Avril era até mesmo mais animada do que a da canção. Ela fazia Sk8er Boi parecer muito mais rock do que a faixa realmente era, o que não é nada negativo.

Na melodia

Apenas uma palavra define a melodia de Sk8er Boi: guitarras. Quem nunca ouviu essa canção e tocou guitarras imaginárias junto?

Onde Sk8er Boi fica no muro?

No vídeo

É interessante que a crítica tenha gostado tanto do vídeo de Sk8er Boi quando tantos outros vídeos tenham conceitos parecidos. Afinal, o video de Complicated está para Blink 182 como o de Sk8er Boi está para Green Day. Embora a produção seja excelente e os efeitos muito bons para a época (afinal, você realmente pensou que aquele helicóptero no fim era de verdade?), o conceito do videoclipe é tão simples que chega a ser surpreendente como se tornou tão cativante. Basicamente, temos Lavigne e sua banda correndo por um prédio em ruínas e tocando no meio da rua. Apenas isso. Com uma história tão rica, o vídeo chega a ser pobre. Onde está o Sk8er boi? Ele apenas segura uma câmera em uns dois takes… E onde está a bailarina? Eles mereciam um clipe só deles… Com Avril ganhando o skatista no final.

Onde Sk8er Boi erra?

Na letra

É fundamental separarmos a letra da história que ela conta. A história sim é excelente, mas a letra, realmente não é das melhores. “Ele era um garoto, ela, uma garota.” e “O que mais posso dizer?” não são grandes exemplos de talento… E a rima de “boy” com “boy” no refrão… Avril Lavigne tem letras melhores de Let Go: Too Much To Ask que o diga…

Apesar dos contras, é fundamental se lembrar de Sk8er Boi como ela realmente foi: um hit. Sk8er Boi foi uma das canções mais famosas do biênio 2002 e 2003, tocando nos Jogos Olímpicos, em videogames, em filmes, e em tantas situações que era impossível ficar sem ela na cabeça. Se Avril Lavigne precisasse olhar para trás e nomear dois grandes hits de sua carreira, ela seria injusta se não apontasse Sk8er Boi e Girlfriend, pois, no fim, foram elas que lhe deram o status de punk pop princess.

Ficou com saudades? Aqui vai:

Sobre o autor

Professional Genius.